fbpx Skip to main content

A fascinante origem dos caracteres chineses

Os caracteres chineses, chamados de 汉字 hànzì, formam um dos sistemas de escrita mais antigos do mundo, que vem sendo usado de forma ininterrupta ao longo de aproximadamente seis mil anos de uma história fascinante. Em relação às suas origens e criação, sempre existiram várias hipóteses, como a teoria dos nós chineses, a teoria dos oito trigramas 八卦 bāguà, a teoria das gravuras rupestres etc. Há também opiniões divergentes sobre quem foi o criador dos caracteres chineses, como por exemplo, 仓颉Cāngjié, 沮诵 Jǔsòng etc. 

Na verdade, é impossível que só uma ou duas pessoas tenham criado os caracteres chineses. Eles devem ter sido criados de forma coletiva pelas pessoas que mais precisavam usá-los durante o período de sua criação. Na antiguidade, os rituais de sacrifício e o xamanismo tinham bastante importância na vida social. A escrita era parte importante dos rituais xamânicos, um canal de conexão entre os xamãs e o mundo dos espíritos e dos mitos. 

Os xamãs foram os precursores dos intelectuais das futuras gerações. Eles eram homens sábios proficientes em astronomia, geografia, medicina, administração, cerimônias religiosas etc. Especializados na comunicação entre o céu e a terra, tinham o conhecimento de todo o universo, e podiam recitar a genealogia dos clãs e a história das migrações e das guerras com uma memória admirável. Compunham a elite da sociedade daquela época, o grupo de pessoas que mais precisava da escrita. Assim, a principal força para o surgimento da escrita chinesa foi o grupo xamânico, seu criador e usuário original. 

Todos os estados e tribos chineses tinham seu próprio grupo de xamãs e, inicialmente, diferentes tribos usavam diferentes símbolos de escrita. Portanto, muito antes do lendário Imperador Amarelo黃帝 Huángdì (c. 2717-2600 AEC), houve um período em que todos os tipos de escrita eram usados na China. Com as constantes guerras entre os estados, as interações entre eles foram cada vez mais frequentes, e os símbolos de escrita utilizados por cada um foram gradualmente integrados e unificados. 

No processo de integração e unificação da escrita, a pessoa com maior autoridade na padronização e unificação da escrita devia ser o xamã mais poderoso de todas as tribos naquele tempo. Cangjie era o poderoso xamã da tribo do Imperador Amarelo. Por isso, é dito que ele foi a primeira pessoa na história da China a organizar e padronizar os caracteres chineses. Segundo a lenda da origem dos caracteres, Cangjie, que tinha quatro olhos, criou os primeiros caracteres chineses inspirado pelas formas da natureza. Diz-se que, no dia da criação, divindades e espíritos choraram e do céu caiu uma chuva de grãos.

Em síntese, a escrita chinesa é um tesouro cultural que reflete a colaboração coletiva e a influência dos xamãs ao longo de milênios. A riqueza da história e evolução dos caracteres chineses continua a fascinar estudiosos e entusiastas em todo o mundo. Através deles, podemos mergulhar na sabedoria chinesa e na conexão entre o passado e o presente, apreciando a beleza e a complexidade dessa forma de comunicação.

Referência:

Zhang Sufeng 张素凤, Zhang Xuepeng 张学鹏,Zheng Yanling 郑艳玲. Yi ben shu du dong hanzi 一本书读懂汉字 (Compreendendo os caracteres chineses com um livro). Pequim 北京:Zhonghua shuju 中华书局, 2012.8.