instituto Confúcio da UNESP
Buscar

Notícias

« voltar para a lista de notícias

27/09/2019

5º Mostra de Cinema Chinês

A Mostra de Cinema Chinês de São Paulo comemora a sua a 5 ª edição com uma homenagem as “Diretoras Chinesas Contemporâneas”. O evento, que acontece de 3 a 13 de outubro no CCSP (Centro Cultural São Paulo), tem entrada gratuita e é realizado pelo Instituto Confúcio da Unesp.

 

Com a curadoria de Wang Yao, Pesquisador da Academia de Cinema de Pequim, a programação deste ano traz uma seleção de nove longas dirigidos por mulheres e inéditos no Brasil.  Os filmes estão divididos em dois ciclos: “A fina flor da 5ª Geração” e “Diretoras chinesas da nova geração”.

 

Abrindo a 5ª Mostra de Cinema Chinês, Lembre-se de mim, por favor, é uma homenagem a cineasta Peng Xiaolian, falecida recentemente. Vencedor do 13º Festival de Cinema Chinês de Paris, o longa conta a história de Cai Yun, atriz de ópera em uma pequena cidade que ao mudra para Xangai, descobre a antiga coleção de filmes de seu colega de quarto e fica fascinada pela trajetória da atrizHuang Zongying. Uma ode ao amor e à arte, por meio dos quais as personagens buscam dar sentido às suas vidas.

 

O ciclo “A fina flor da 5ª Geração” apresenta os 5 filmes mais recentes de premiadas cineastas, entre eles estãoLembre-se de mim, por favor, dirigido por Peng Xiaolian; Uma cidade chamada Macau,de Li Shaohong; Entrando na Cidade Proibida, dirigido por Hu Mei e eleito o filme de Maior Destaque na Mídia no 21º Festival Internacional de Cinema de Xangai,  Diário de polícia/Viver e morrer em Ordos,da cineasta Ning Ying, e  Flores vermelhas e folhas verde, de Liu Miaomiao, que estará presente na Mostra deste ano num bate-papo com o público no dia 05 de outubro às 19h15 após exibição do seu filme.

 

 

Quatroobras dirigidas por mulheres e premiadas nos maiores festivais internacionais deste ano e do ano passado foram escolhidas para compor o Panorama“Diretoras chinesas da nova geração”. Trabalhos inaugurais de suas diretoras, os filmes são: Um primeiro adeus, de Wang Lina, eleito melhor Filme pelo Júri Internacional da Mostra da Nova Geração no Festival Internacional de Berlim, Garotas sempre felizes, de Yang Mingming, ganhador do Pássaro de Fogo e Prêmio Febsie no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, A travessia deBai Xue,prêmio de melhor Nova Diretorano 13º Prêmio de Cinema Asiático (AFA) e Três aventuras de Brooke, de Yuan Qing, indicado ao melhor milme no 75º Festival de Cinema de Veneza.

 

 

A Mostra de Cinema Chinês de São Paulo é uma realização do Instituto Confúcio na Unesp, em parceria com o Centro Cultural São Paulo e a Spcine. Ela se tornou uma atividade cultural de grande influência e referência para a promoção e divulgação do cinema chinês no Brasil.

 

Programação completa: www.institutoconfucio.unesp.br

 

Serviço

5ª MOSTRA DE CINEMA CHINÊS

03 a 13 de outubro no CCSP – Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – São Paulo)

Sala Lima Barreto| 99 lugares

Bate-Papo com a Diretora do filme “Flores vermelhas e folhas verdes” Liu Miaomiao

ENTRADA GRATUITA

Classificação Indicativa: Livre

Retirada dos ingressos: 1h30 antes da sessão

Bate-Papo

Com Liu Miaomiao - Diretora do filme “Flores vermelhas e folhas verdes”.

Sala Lima Barreto

05 de outubro às 19h15 / Após a exibição do seu filme

 

Conheça os filmes que serão exibidos na Mostra:

 

Lembre-se de mim, por favor请你记住我》(2017) de Peng Xiaolian (Drama / Romance| 96 minutos) -            Ao mudar-se para Xangai, uma atriz interiorana descobre a antiga coleção de filmes de seu colega de quarto e fica fascinada pela trajetória da atriz Huang Zongying. A partir daí, o filme narra, em paralelo, as vidas, os amores e as carreiras da aspirante a estrela de cinema e de seu grande ídolo, na mesma cidade, mas em eras muito distintas. Uma ode ao amor e à arte, por meio dos quais as personagens buscam dar sentido às suas vidas.

Prêmios:Mostra Competitiva de Filmes Chineses do 41º Festival Internacional de Cinema de Montreal, em 2017 (indicado), Filme Mais Popular na Première do 1º Festival Internacional de Cinema de Pingyao, em 2017, Melhor Filme no 13º Festival de Cinema Chinês de Paris, em 2018.

 

Flores vermelhas e folhas verdes 红花绿叶》(2018) de Liu Miaomiao(Drama, 96 minutos) - No nordeste da China, onde vivem os muçulmanos, o jovem aldeão Gubo se vê dividindo o leito com a valorosa e bela Ashiyen, graças a um empenhado arranjo de sua família. Com o passar do tempo, o casal descobre segredos do passado um do outro, que os mais velhos haviam escondido deles.

Prêmios:Melhor Filme no Festival Internacional de Fajr, em 2019 (indicado) e vencedor do Filme Mais Popular no 2º Festival Internacional de Cinema de Pingyao, em 2018.

 

Uma cidade chamada Macau妈阁是座城》(2019)de Li Shaohong (Drama, 120 minutos)- Ao fugir com o filho recém-nascido para longe do marido jogador, uma mulher tenta reconstruir sua vida em Macau. Com uma nova carreira e novos amores, ela acabará se vendo como peça de um jogo arriscado. O filme é baseado no romance homônimo da notória escritora Yan Geling, que também assina o roteiro, ao lado deLu Wei e Chan Man-Keung. 

 

Entrando na Cidade Proibida进京城》(2019)de Hu Mei

(Drama, 113 minutos) - A trama se passa no século 18, quando uma trupe teatral do sul da China viaja até Pequim para as comemorações do aniversário do imperador. Na capital chinesa, a companhia acaba ajudando a criar o que hoje conhecemos como a Ópera de Pequim.

Prêmios: Melhor Filme no 1º Festival de Cinema da SCO, em 2018. Filme de Maior Destaque na Mídia no 21º Festival Internacional de Cinema de Xangai, em 2018, Diretora de Maior Destaque na Mídia no 21º Festival Internacional de Cinema de Xangai, em 2018. Roteirista de Maior Destaque na Mídia no 21º Festival Internacional de Cinema de Xangai, em 2018, ator de Maior Destaque na Mídia no 21º Festival Internacional de Cinema de Xangai, em 2018, melhor Atriz Coadjuvante no 10º Festival Internacional de Cinema de Macau, em 2018.

 

Viver e morrer emOrdos 《警察日记》(2013)de Ning Ying

(drama, 113 minutos) - Um honrado chefe de polícia de uma cidade da Mongólia Interior morre de maneira repentina. Tido como herói, as autoridades pedem a um jornalista que faça uma reportagem sobre ele. Ao resgatar a história dessa incorruptível figura, Viver e morrer em Ordos disserta sobre a realidade por trás do crescimento econômico desenfreado da China nos últimos anos.

Prêmios: Melhor Filme no 26º Festival Internacional de Cinema de Tóquio, em 2013 (indicado), Filme de Excelência no 15º Prêmio de Cinema de Huabiao, em 2013, Melhor Direção no 21º Festival de Cinema Universitário de Pequim, em 2014 (indicado)

 

A travessia过春天》(2019) de Bai Xue (Drama, 99 minutos)

Uma jovem estudante que sonha em viajar para o Japão se une a uma quadrilha de criminosos, valendo-se da identidade estudantil para contrabandear celulares entre Hong Kong e a China continental. Aos poucos, suas amizades e relações familiares vão se esfacelando, e ela começa a perder o controle de seu próprio cotidiano.

Prêmios:Melhor Filme da Mostra da Nova Geração no 69º Festival de Berlim, em 2018 (indicado), Melhor Nova Diretorano 13º Prêmio de Cinema Asiático (AFA), em 2019 (indicado), Prêmio Pássaro de Fogo na Competição de Cinema Jovem (em idioma chinês) no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, em 2019 (indicado)

 

Um primeiro adeus 《第一次的离别》(2018)de Wang Lina

(livre, 88 minuto) - A obra conta com pessoas reais representando seu próprio dia a dia. Concentra-se nos acontecimentos da infância de Isa, um garoto de uma aldeia uigur. Diante das dificuldades de saúde, pessoais e financeiras da família e dos vizinhos, ele deixa seus dias de serenidade para trás, vendo-se obrigado a se despedir das pessoas que mais ama.

Prêmios: Prêmio Futuro da Ásia de Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Tóquio, em 2018, Melhor Filme pelo Júri Internacional da Mostra da Nova Geração no Festival Internacional de Berlim, em 2019, Prêmio Pássaro de Fogo na Competição de Cinema Jovem (em idioma chinês) no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong,em 2019, Melhor Filme no Festival de Cinema Chinês da Alemanha, em 2019

 

Garotas sempre felizes 《柔情史》(2018) de Yang Mingming

(Drama, 117 minutos) - Tendo que dividir a mesma casa, mãe e filha vivem uma cruel batalha familiar, permeada de ressentimento e frustração. Quando já não conseguem mais suportar uma à outra, a ternura acaba por brotar do desespero. A vida contemporânea nas grandes cidades é aqui abordada sob um novo ponto de vista.

Prêmios: Melhor Filme de Estreia na Mostra Panorama do 68º Festival de Berlim, em 2018 (indicado), Prêmio Pássaro de Fogo / Prêmio FIPRESCI no 42º Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, em 2018, Melhor Diretora no Festival Internacional de Cinema Feminino de Seul, em 2018

 

 

Três aventuras de Brooke 《星溪的三次奇遇》(2018)de Yuan Qing (Aventura, 100 minutos) -Ao se deparar com um pneu furado durante uma viagem à Malásia, uma jovem chinesa passa a assumir três identidades diferentes, em três aventuras distintas. Que segredos estarão por trás dessas identidades? E o que a jornada lhe dará em troca?

Prêmios:

Melhor Filme no 75º Festival de Cinema de Veneza, em 2018 (indicado), Prêmio Pássaro de Fogo no Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, em 2019(indicado), Prêmio Além do Futuro noFestival internacional de Cinema de Pequim, em 2019 (indicado), Melhor Direção no Festival Internacional de Cinema de Pequim,em 2019 (indicado), Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Pequim,em 2019 (indicado), Montgolfier de Prata no 40º Festival dos Três Continentes de Nante, Menção Especial do Júri no Festival Internacional de Cinema de Pequim,em 2019

 

 

PROGRAMAÇÃO

  ENTRADA FRANCA

 

  • Sexta-feira, 04/10:

             16h – Uma cidade chamada Macau 120’;

            18h20 –  Lembre-se de mim, por favor – 96’;

            20h20 – Flores vermelhas e folhas verdes – 96’

 

  • Sábado, 05/10:

             15h – Uma cidade chamada Macau 120’;

             17h30 – Flores vermelhas e folhas verdes – 96’;

             19h15 – Q&A  com a diretora do filme, Liu Miaomiao

 

  • Domingo, 06/10:

            16h – Viver e morrer em Ordos – 113’;

             18h30 – A travessia - 99’;

             20h30 – Um primeiro adeus – 88’;

 

  • Terça-feira, 08/10:

               18h – Três aventuras de Brooke - 100’;

               20h  –Garotas sempre felizes 117’;

 

  • Quarta-feira, 09/10:

18h – Três aventuras de Brooke 100’;

20h – Uma cidade chamada Macau 120’ ;

 

  • Quinta-feira, 10/10:

           16h – Flores vermelhas e folhas verdes – 96’;

           18h – Um primeiro adeus 88’;

           20h – Garotas sempre felizes 117’;

 

  • Sexta-feira, 11/10:

            15h30 – A travessia 99’;

            17h30 – Lembre-se de mim, por favor – 96’;

            20h – Entrando na cidade Proibida – 113’;

 

  • Sábado, 12/10:

              15h30 – Três aventuras de Brooke 100’;

              17h30 –  Viver e morrer em Ordos 113’;

              19h50 – Entrando na cidade Proibida – 113’;

 

  • Domingo, 13/10:

             16h – A travessia - 99’;

             18h – Um primeiro adeus – 88’;

              20h – Viver e morrer em Ordos – 113’;

 

 

Obs. Retire o ingresso uma hora antes da primeira sessão do dia.

 

 

 


« voltar para a lista de notícias
  • Unesp

Webkeepers